Passarela subterrânea terá boa música e gastronomia

Larissa Galli
cultura@jornaldebrasilia.com.br

Seja bem-vindo, a casa é sua. Pode parecer estranho mas o projeto Hidden, inédito na capital federal, quer transformar a passagem subterrânea da Avenida das Nações (L4 Sul) na sala de estar da sua casa. As paredes de concreto frio da passagem, fechadas desde que o Shopping Pier 21 foi inaugurado, serão parte de um ambiente intimista que recebe eventos culturais durante os meses de seca em Brasília a partir de quinta-feira.

Publicidade

O projeto é inspirado em outras ocupações de lugares inusitados nos Estados Unidos, como uma casa destruída pelo furacão Katrina em New Orleans, uma casa abandonada em Miami e uma torre de água abandonada em Nova York. “Na última viagem que fiz para os EUA fiquei espantada com a mudança de atmosfera que a ocupação dos espaços pela comunidade com eventos musicais e gastronômicos proporcionou”, explica a produtora Mari Braga. Ela conta que encontrou esses locais quando procurava por espaços onde moradores costumam frequentar para comer e beber bem.

E é isso que o Hidden quer oferecer para os brasilienses: comida e bebida boa, além de música e arte. “Mantendo a mesma vibe que vimos lá fora, vamos ocupar a passagem subterrânea da L4, que estava fechada, com um ambiente acolhedor”, afirma Mari. De acordo com a produtora, o local é em formato de salas de estar, com sofás e poltronas. “Vai ser como receber os amigos em casa. A proposta é que através do estranhamento pelo local escolhido, as pessoas cheguem curiosas e se surpreendam com a atmosfera acolhedora”, destaca.

Mercadinho
Assim como em reuniões de amigos em casa, nas quais os anfitriões e convidados passam no mercado para providenciar os comes e bebes, o Hidden tem seu próprio mercadinho, onde vão ser vendidos frios e bebidas para acompanhar as boas conversas no lounges subterrâneos. O bate-papo também é embalado por um trilha sonora intimista. “Neste início do projeto estamos prevendo quintas e domingos com shows intimistas. Com o tempo, vamos sentindo se o espaço comporta outros formatos”, explica Mari Braga.

Na inauguração do local, que acontece nesta quinta, o guitarrista e compositor Tico de Moraes é o responsável pela trilha sonora. Já no domingo, o Hidden vira palco para o Beco do Jazz. Para os próximos dias, “estamos em negociação com várias bandas da cidade”, conta Mari.
Nos dias em que não há atrações, a entrada é gratuita mediante consumo no mercadinho Hidden. Nas quintas e domingos, até as 19h, não tem cobrança de ingresso e após este horário o valor é de R$ 15 por pessoa. Com capacidade para atender entre 150 e 200 pessoas, o projeto deve seguir até 15 de outubro.

Hidden
De quinta a domingo, até começarem as chuvas, a partir das 17h. Na Passagem Subterrânea da Avenida das Nações – L4 Sul (entrada pelo Pier 21). Nas quintas e domingos, até as 19h, não tem cobrança de ingresso e após este horário o valor é de R$ 15 por pessoa. Nos dias em que não há trações musicais, a entrada é gratuita mediante consumo no mercadinho Hidden.
Mais informações: facebook.com/hiddenbrasilia.

Cadastre-se para receber as notícias do Jornal de Brasília.

COMPARTILHAR