Siga o Jornal de Brasília

Renato Matsunaga

Mirando sempre alto, Nova York tem uma organização oficial para o desenvolvimento econômico. Fomos conhecê-la

Uma cidade com ambiente totalmente favorável ao desenvolvimento econômico em um país conhecido por sua liberalidade. Uma das maiores economias do mundo, modelo para cidades em todos os cantos do planeta. Cidade-sede para muitas das maiores empresas mundiais e que consegue se manter sempre no topo.

Em um ambiente como esse, qual a principal função de uma agência de desenvolvimento econômico ligada à prefeitura, e como ela pode interagir com o mercado privado e a população em geral?

Haveria necessidade de intervenção em um cenário como esse?

Olhando hoje em dia, pode parecer que Nova York sempre foi essa potência do setor financeiro e de serviços para o mundo. O que pouco se divulga é que, até chegar nesse estágio em que se encontra, a cidade passou por altos e baixos e diversas mudanças de vocação.

A dinâmica da cidade passa por constantes alterações e, para não perder o ritmo, Nova York possui seu próprio agente de desenvolvimento, a New York City Economic Development Corporation – NYCEDC, ou em tradução livre, A Companhia de Desenvolvimento Econômico da Cidade de Nova York.

A NYCEDC foi criada em 1991, após a fusão da Public Development Corporation (PDC, fundada em 1966 com o objetivo de resgatar a economia da cidade por meio da venda de propriedades e aluguel de espaços industriais) com a Financial Services Corporation (FSC, fundada em 1980 para administrar programas governamentais de financiamento e expansão de Nova York).

Entre inúmeras iniciativas de sucesso, pode-se dizer que a agência participou de boa parte dos principais projetos da cidade, incluindo a revitalização da Times Square e a criação do projeto do Centro de Ciências aplicadas de Nova York, cujo resultado tornou-se o Cornell Tech.

A organização se auto-define como um grupo de apaixonados pela cidade e pelo povo de Nova York e e é formada por um time de mais de 500 pessoas com know-how e expertise em muitos campos, como desenvolvimento de comunidade e vizinhança, desenvolvimento de forças de trabalho, mercado imobiliário, análise setorial e industrial, entre outros.

O trabalho da NYCEDC tem por objetivo manter a cidade como grande polo de desenvolvimento, criando oportunidades que promovam e gerem empregos qualificados para todos os nova-iorquinos e também no desenvolvimento e ressignificação de comunidades e vizinhanças, de forma a evoluir constantemente a dinâmica da cidade. Em síntese, seu principal objetivo é garantir que seja o que for a próxima novidade, ela aconteça em Nova York, e que todos os seus cidadãos sejam parte desse processo.

Com autonomia para propor e desenvolver projetos que passam desde aluguel/leasing e venda de áreas e edifícios públicos, parcerias público privadas, incentivos e investimentos diretos, até a criação de hubs em conjunto com a sociedade para a solução de problemas, a organização tem tomado papel de protagonismo na cidade.

Os 5 princípios-chave da NYECDC são:

– Investimento em Infraestrutura: Investimento em infraestrutura crítica para apoiar o crescimento e a conectividade.

– Potencialização e Desenvolvimento de capital humano: Desenvolvimento da plena capacidade do capital humano da cidade por meio do suporte a empregos qualificados e acesso para o desenvolvimento de habilidades.

– Alavancagem dos Ativos da Cidade: Alavancagem dos ativos de propriedade da cidade com foco no resultado de crescimento de empregos e promoção da inovação.

– Facilitar o início e crescimento de negócios: Direcionar crescimento sustentável e resiliente criando condições mais fáceis para começar, crescer e ser bem sucedido na cidade de Nova York.

– Cultivar uma capital global de inovação: Cultivar Nova York como a capital global da inovação por meio de investimentos estratégicos em setores emergentes e incentivos para que indústrias tradicionais se adaptem às novas quebras de paradigmas.

PROJETOS DE SUCESSO DA NYCEDC

A agência coleciona projetos de sucesso no desenvolvimento urbano, incluindo o projeto de Criação da Cornell Tech, a revitalização e ressignificação da Highline (antiga linha férrea, que tornou-se ponto de referência na cidade), a criação e revitalização da área portuária de Nova York, a reestruturação e o lançamento de novas linhas para transporte por balsas, entre muitos outros projetos para a revitalização e desenvolvimento urbano da cidade de Nova York.

 

Visita pelo grupo da Missão Biotic

O grupo que integra a Missão Biotic foi visitar a iniciativa nova-iorquina e buscar ideias para acelerar o desenvolvimento de Brasilia. Na Visita, estiveram representantes da Fibra, do Sebrae, da Unb, da Embrapa, além do secretário de Economia, Desenvolvimento, Inovação, Ciência e Tecnologia, Antônio Valdir Oliveira Filho, e do secretário-adjunto de Ciência, Tecnologia e Inovação, Thiago Jarjour.

“O modelo adotado aqui serve como inspiração para a nossa cidade. Quem sabe não conseguimos buscar elementos para implementá-los gradualmente em Brasília?”, questionou o presidente da Fibra, Jamal Bittar.

Já o secretário Antonio Valdir Oliveira Filho considera que o modelo de implementação do NYCEDC é exemplar, e fruto de uma mentalidade empreendedora e da continuidade das ações da organização. “O NYCEDC também enfrenta dificuldades em suas ações, mas o planejamento a longo prazo, a dedicação de todos os agentes envolvidos no projeto e a visão focada nas pessoas são capazes de manter a cidade em constante evolução.”

“A maior diferença entre os modelos de intervenção adotados aqui e no Brasil são na forma de execução: enquanto nos Estados Unidos o Governo participa do pontapé inicial, o Estado brasileiro intervém de maneira excessiva, e no lugar de criar ambiente favorável para o desenvolvimento, acaba engessando o trabalho, não conseguindo deixar o processo evoluir com qualidade de forma natural.”, completa o secretário.

Com a expectativa de apresentar o Parque Biotic, reunir-se com investidores e aprender com as melhores práticas de mercado, a missão passará os três próximos dias na Califórnia em uma agenda no Vale do Silício, maior berço da inovação e da tecnologia mundial.

Saiba mais sobre os projetos da NYCEDC


(vídeo em Inglês)

Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade
Publicidade
  • CHARGE DO DIA

Mais lidas