Siga o Jornal de Brasília

Política & Poder

Carnaval: Pacotão esquenta marchinhas ácidas sobre Bolsonaro e Ibaneis

Francisco Dutra
francisco.dutra@grupojbr.com

Com irreverência, sem bajulação e pegando no pé dos políticos, o Pacotão escolhe neste sábado (16) a marchinha para o Carnaval 2019. Músicos e foliões elegem o ritmo da folia no Conic. As letras concorrentes alfinetam os tropeços do começo do governo de Jair Bolsonaro (PSL). As promessas de campanha não cumpridas do governador Ibaneis Rocha (MDB) também inspiram as críticas bem humoradas.

No caso de Bolsonaro, os versos ácidos das marchinhas são impiedosos. Alfinetam os escândalos de candidatos laranjas do PSL e de Queiroz, o ex-assessor do filho do presidente, o senador Flávio Bolsonaro (PSL/RJ). Os músicos  também não pouparam Ibaneis. A ampliação do modelo do Instituto Hospital de Base para outras unidades da rede pública, o corte no Passe Livre Estudantil e a nomeações de personagens suspeitos de corrupção foram cantadas com pitadas generosas de ironia.

Este é o 41º Concurso de Marchinhas do Pacotão. O bloco nascido 1977 sempre cantou críticas bem-humoradas de lambanças de políticos e poderosos, indo das gafes históricas até escândalos de corrupção. “Aqui não tem puxa-saquismo de político”, brincou um folião. E, apesar da irreverência e das provocações, nunca houve uma briga séria na história do Pacotão.

Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade
Publicidade
  • CHARGE DO DIA

Mais lidas