Siga o Jornal de Brasília

Política & Poder

‘Cinco minutos a mais e ele morreria’, desabafa filho de Jair Bolsonaro

Francisco Dutra
francisco.dutra@grupojbr.com

O candidato à Presidência da Republica Jair Bolsonaro (PSL/RJ) sobreviveu ao atentado em Juiz de Fora (MG) por “1 milímetro e 5 minutos”. Segundo relato do filho do presidenciável, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL/SP), a facada contra o pai passou por 1 milímetro da veia cava.

Caso tivesse atingido o aparelho circulatório, a hemorragia poderia ter sido fatal no instante do golpe. A perda interna de sangue foi grave e por apenas 5 minutos não teve um desfecho trágico.

Em relato pelo Twitter, Eduardo Bolsonaro declarou que o pai perdeu mais de 2 litros de sangue. O parlamentar elogiou a equipe médica da Santa Casa de Misericórdia de Juiz de Fora. Para ele, o presidenciável foi socorrido por uma grande equipe com os melhores profissionais do município.

Bolsonaro foi atingido em meio a um evento de campanha nesta quinta-feira (6). Logo após a facada, as autoridades prenderam como suspeito Adelio Bispo de Oliveira, 40 anos. A Polícia Federal investiga o caso para esclarecer as motivações e responsabilidades concretas do atentado.

O presidenciável foi transferido na manhã desta sexta-feira (7) para o Hospital Albert Eisntein, em São Paulo (SP). No momento, o quadro de saúde do candidato é estável. Até a última pesquisa de intenção de voto, Bolsonaro ocupava a posição de líder para ocupar o Palácio do Planalto nos próximos quatro anos.

Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade
Publicidade
  • CHARGE DO DIA

Mais lidas