Siga o Jornal de Brasília

Política & Poder

Bombeiros e policiais militares negociam reajuste salarial

Beatriz Castilho
redacao@grupojbr.com

Governo do Distrito Federal, Corpo de Bombeiros e Polícia Militar, se reuniram novamente, desta vez sem a presença do governador. O encontro deu ontem sequência à negociação de reajuste salarial iniciada há duas semanas. Com três propostas em discussão, a conferência ainda não estabeleceu um acordo.

Impulsionados pelo aumento de 37% na remuneração da Polícia Civil do Distrito Federal, anunciado em fevereiro, CBMDF e PMDF entraram com pedido de reavaliação salarial no Poder Executivo da região. Entre as sugestões apresentadas, se destaca a possibilidade de unir os auxílios moradia e alimentação ao soldo das instituições.

O presidente da Associação dos Militares Estaduais do Brasil, Wellington Corsino, explica que o aumento desse valor afetaria, consequentemente, a contribuição de imposto de renda dos servidores – alcançando a Polícia Civil, que já acata um valor maior. No cálculo apresentado, o reajuste é gradativo, seguindo moldes da PCDF.

Ao fim do último ano, aliás, a conta somaria para as contas do GDF um total de R$ 1.010.691.053,03. De forma a adequar os valores para os cofres da região, o secretário da Fazenda, André Clemente, afirma que as negociações mantém uma linha de conciliação entre as partes envolvidas.

“As forças policiais, como todos sabem, são remunerados com recursos do fundo constitucional, e há uma política nacional de contenção e redução de gastos com o pessoal de otimização das finanças públicas. O governo do DF estará alinhado às políticas do governo federal, então temos limites orçamentários, limites financeiros, mesmo o pagamento saindo do fundo constitucional”, afirma o secretário.

Entendo o acordo como uma negociação complexo, André sugere uma possível demora para a resposta. “Obviamente o compromisso do governador Ibaneis com as categorias não deixa de levar em conta as possibilidades orçamentárias e financeiras”, adianta. “Nossa sinalização para as categorias é de que será feito com transparência, todos terão acesso a todos os números”.

Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade
Publicidade
  • CHARGE DO DIA

Mais lidas