BRASÍLIA - Terça

21ºMIN32ºMAX

BRASÍLIA - Quarta

17ºMIN32ºMAX

BRASÍLIA - Quinta

19ºMIN29ºMAX

BRASÍLIA - Sexta

18ºMIN29ºMAX

BRASÍLIA - Sábado

18ºMIN27ºMAX

Cidades.

Publicação: Quarta-feira, 11/09/2013 às 07:22:22
A+A-
Seja o primeiro a comentar

Morte de bebê de 1 ano e 11 meses será investigada

A polícia investiga a morte de um bebê de um ano e 11 meses em um apartamento em Águas Claras. As circunstâncias do incidente ainda estão sendo apuradas, mas a suspeita é de que o menino tenha desmaiado e se afogado na banheira de plástico. 

 

No momento do acidente, a mãe do bebê estava no apartamento com mais outros dois filhos, um de três anos e outro de sete. Ela ficou em estado de choque e não conseguiu prestar depoimento logo após o ocorrido. 

 

Moradores do prédio onde a família vive, localizado na avenida Flamboyant, também ficaram  abalados com a situação.

 

Segundo o Samu, o garoto sofreu parada cardiorrespiratória. A médica responsável pelo atendimento tentou reanimar o menino, mas não obteve sucesso. O incidente ocorreu na noite de segunda-feira e o corpo do bebê chegou ao Instituto Médico Legal (IML) às 23h20.

 

O caso deve ser investigado pela 21ª DP (Taguatinga Sul), responsável pela área.   

 

Afogamentos


Segundo levantamento feito pela organização não governamental Criança Segura, com base nos números de mortalidade do Ministério da Saúde, o afogamento é a segunda maior causa de morte de crianças no Brasil e ocupa a mesma posição no DF. Somente este ano, pelo menos duas crianças morreram afogadas em piscinas, uma em Vicente Pires, em maio, e outra em Sobradinho II, em junho.

 

Riscos


Mas quem não tem piscina em casa ou não está a passeio em clubes também deve prestar atenção, já que as crianças, principalmente menores de 2 anos, também podem se afogar na banheira - como foi o caso do bebê de Águas Claras-, no vaso sanitário, em cisternas ou mesmo em um balde cheio d’água. 

 

 

Saiba Mais

 

Alguns cuidados a tomar para evitar afogamento de crianças:


Dificulte o acesso delas aos locais com água. 

 

Nunca deixe menores de 4 anos sozinhos na banheira cheia. 

 

Coloque boias e coletes salva-vidas nas crianças.

Fonte: Da redação do clicabrasilia.com.br

Seja o primeiro a comentar.
ComentarComentar
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Serviços.

Assinatura

Tenha seu jornal sempre na mão

Confira nossa Edição Digital

Classificados

Encontre o que você procura

Empregos

Temos um trabalho para você

Hoje temos 577 vagas disponíveis