Morre bebê que havia sido declarado morto por erro e salvo a caminho do funeral

Shutterstock

O bebê prematuro que havia sido declarado morto pelos médicos e salvo pela família a caminho do funeral, na índia, morreu. A informação foi confirmada pela equipe médica que assumiu o caso após o erro. Os responsáveis por emitir o atestado de morte equivocado foram demitidos.

Entenda

O recém-nascido foi considerado morto horas depois do parto prematuro, de 22 semanas, no qual o irmão gêmeo já veio ao mundo sem vida, em 30 de novembro.

A caminho do funeral, no entanto, familiares notaram movimentações no saco plástico em que o bebê estava. Ele foi levado às pressas para receber cuidados médicos, mas não resistiu.

Segundo a rede “BBC”, o incidente despertou indignação e abriu o debate sobre a qualidade e o alto preço da saúde privada na Índia. A polícia de Nova Délhi, que também apura o engano, informou que a unidade criminal assumiu a investigação.

Cadastre-se para receber as notícias do Jornal de Brasília.

COMPARTILHAR