Siga o Jornal de Brasília

Mundo

Inicia primeira campanha de vacinação contra a malária

Da Redação
redacao@grupojbr.com

Nesta terça-feira (23) o Malaui lançou a primeira campanha, em grande escala, da vacina experimental mais avançada concebida até à data contra a malária. A doença causa milhares de mortes anualmente na África.

Mais de 30 anos de trabalho e um investimento de mais de 30 milhões de dólares resultaram na vacina experimental. O objetivo da campanha de vacinação é confirmar a eficácia da vacina em crianças com menos de dois anos, pois são mais vulneráveis à doença.

Nomeada de “Mosquirix” ou RTS,S, a vacina foi desenvolvida pela gigante farmacêutica GlaxoSmithKline com a ONG Path, e financiada pela Aliança Global para Vacinas (GAVI), o Fundo Global de Combate à Aids e a Malária e o UNICEF.

Com testes preliminares realizados entre 2009 e 2015, o número de episódios de malária em crianças de 17 meses a 5 anos de idade foi reduzido em 39%.

A eficácia da vacina é relativa, mas os pesquisadores e autoridades de saúde esperam que, associada a métodos de prevenção como mosquiteiros impregnados com repelente, reduza significativamente o número de vítimas.

A campanha de vacinação iniciou hoje, no Malaui, e vai permanecer na próxima semana em Gana e Quênia, outros países pilotos do programa. A Organização Mundial da Saúde (OMS) tem como objetivo vacinar 120.000 crianças em cada um dos países até 2020.

O Centro de Saúde de Mitundo, a 45km da capital de Malaui, administrou as primeiras doses da vacina. “Este é um novo sistema de controle e prevenção”, disse Michael Kayange, vice-diretor do Ministério da Saúde do Malaui. Com isso, o país pretende evitar um milhão de casos de malária detectados anualmente e evitar 4 mil mortes.

De acordo com estatísticas da OMS, a África é, de longe, o continente mais afetado pela malária, com 90% das 435.000 pessoas mortas no mundo em 2017 pela doença transmitida por mosquitos.

Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade
Publicidade
  • CHARGE DO DIA

Mais lidas