Siga o Jornal de Brasília

Mundo

Facebook admite coleta de 1,5 milhão de emails sem consentimento de usuários

Facebook

O Facebook anunciou na noite desta quarta-feira (17) que coletou 1,5 milhão de endereços de email de usuários sem o consentimento deles há aproximadamente três anos, mas que já está excluindo os contatos e notificando as contas atingidas.

Segundo o comunicado, a coleta foi feita por meio do sistema usado para verificar a identidade de novos membros. A rede social pedia para que os usuários fornecessem a senha para sua conta de email e fazia uma cópia dos dados.

Antes dessas mudanças, os usuários tinham a opção de enviar suas listas de contatos por email ao abrir uma conta para ajudá-los a encontrar amigos já no Facebook. A partir de maio de 2016, o Facebook excluiu do processo de abertura de uma nova conta a parte que citava que a listas de contatos dos usuários podiam ser enviadas para os servidores da empresa.

O problema foi percebido apenas em abril desde ano, informou um porta-voz da rede social. O representante ainda afirmou que a lista de contatos não foi vazada ou compartilhada com outros sites ou servidores.

Este é mais um caso de violação da privacidade dos usuários do Facebook nos últimos meses. No início do mês, um levantamento da empresa de segurança virtual UpGuard revelou que as senhas de 22 mil de contas e detalhes da movimentação de mais de 540 milhões de usuários foram vazados para nuvens dos servidores e podiam ser facilmente acessadas.

Em março do ano passado foi revelado o vazamento de 50 milhões de contas para a Cambridge Analytica, o que teria impactado na eleição de Donald Trump. No início deste ano, o Facebook anunciou novas medidas para tornas a sua rede de interação mais segura.

Estadão Conteúdo

Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade
Publicidade
  • CHARGE DO DIA

Mais lidas