Federer festeja volta por cima “dos sonhos” após título em Indian Wells

Jayne Kamin-Oncea-USA TODAY Sports

Campeão dos dois maiores torneios realizados até então na temporada, o suíço Roger Federer vem surpreendendo a todos em 2017, principalmente depois de ter ficado a segunda metade do último ano parado se recuperando de lesão. Após o título deste domingo do Masters 1000 de Indian Wells, o Leão da Montanha classificou sua volta como “um conto de fadas”.

“Estão sendo resultados dos sonhos. Ganhar aqui é uma grande surpresa porque eu superei muitos bons jogadores. Não é uma surpresa maior do que na Austrália, mas mesmo assim é surpreendente, principalmente por como eu o fiz”, afirmou o tenista após seu título no deserto californiano.

Publicidade

Na grande final, Federer bateu seu compatriota Stan Wawrinka com certa tranquilidade em dois sets diretos, parciais de 6/4 e 7/5. Já na semifinal, o suíço derrotou o tenista da casa, Jack Sock, também por 2 a 0 (6/1 e 7/6[1]). Mas seu maior confronto foi nas oitavas de final, quando reencontrou Rafael Nadal, seu rival na final do Aberto da Austrália, e aplicou um rápido 2 a 0 (6/2 e 6/3).

“É um começo de ano absolutamente enorme para mim. No ano passado não ganhei nenhum título e acredito que não estive em nenhuma final exceto Brisbane. A mudança é dramática e me sinto maravilhado”, acrescentou o atleta de 35 anos.

A única vez em que o tenista da Basileia havia conquistado o primeiro Grand Slam e o primeiro Masters 1000 da temporada havia sido em 2006, quando tinha 24 anos. “Isso não era parte do plano, ganhar Austrália e aqui”, completou.

Foi o quinto título de Federer na quadra rápida de Indian Wells. Mais cedo, em janeiro, o tenista foi o grande campeão do Aberto da Austrália e conquistou seu 18º Grand Slam, se isolando ainda como maior campeão da história do tênis masculino. Nesta segunda, após atualização do ranking da ATP, Roger subiu da décima para a sexta colocação.

Cadastre-se para receber as notícias do Jornal de Brasília.

COMPARTILHAR