Bordeaux tenta Arana, mas Corinthians nega saída até dezembro

Foto: Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians

O Bordeaux-FRA fez uma proposta oficial para adquirir os direitos econômicos do lateral esquerdo Guilherme Arana, na última semana, mas o Corinthians rejeitou prontamente. Buscando cumprir a promessa feita a Fábio Carille de que manteria o elenco titular ao menos até dezembro, a diretoria não viu vantagem em liberar o jogador de 20 anos no momento, visto como um potencial atleta de Seleção Brasileira no futuro.

A ideia dos franceses era usar a negociação pelo zagueiro Pablo para “abater” o valor, visto que o Timão já deixou claro que quer exercer a opção de compra do atleta. No contrato de empréstimo com o clube do Parque São Jorge, o valor por 100% dos direitos do atleta está fixado em 3 milhões de euros (R$ 10 milhões), quantia que o Alvinegro tenta angariar sem a necessidade de negociar nomes do elenco.

Publicidade

De acordo com a apuração da reportagem, Arana mostrou-se disposto a ir para a Europa, mas entendeu que ficar até dezembro no Brasil, com a possibilidade de ao menos mais um título pela equipe, será benéfico para a sua carreira. Amigo de infância do atacante Malcom, vendido aos franceses no início de 2016, ele recebeu ótimas referências do clube europeu.

Malcom, por sinal, é quem pode ser envolvido na engenharia financeira para a contratação em definitivo de Pablo. O Corinthians ainda possui 15% dos seus direitos, avaliados em 10 milhões de euros segundo a cúpula alvinegra. Com isso, o campeão brasileiro de 2015 pode reduzir pela metade o valor a ser pago na aquisição do camisa 3, destaque nos primeiros meses do ano.

Arana, que é apenas 40% do Timão, dificilmente continuará no clube em 2018. Titular da Seleção sub-20, ele é visto como um jogador com “bom mercado” na Europa, inclusive por dirigentes corintianos. Até dezembro, porém, o acordo interno é que ele continue no Parque São Jorge e valorize ainda mais uma possível negociação.

VIAGazeta Esportiva
COMPARTILHAR