Siga o Jornal de Brasília

Economia

PPI deverá qualificar 60 projetos na 1ª reunião do ano, diz secretário

O Programa de Parceria e Investimentos (PPI) do governo federal deverá qualificar em torno de 60 projetos na primeira reunião de seu conselho neste ano, afirmou nesta quinta-feira, 25, o secretário especial do órgão, Adalberto Vasconcelos. A lista inclui projetos de concessão de rodovias, ferrovias e leilões de exploração de petróleo e gás. O destaque será a licitação das áreas de petróleo e gás do excedente da cessão onerosa.

Segundo Vasconcelos, a primeira reunião de 2019 só não foi realizada por uma questão formal da burocracia: a composição do conselho do PPI, formado por representantes dos ministérios, precisa ser adequada à nova estrutura administrativa do governo federal, desenhada pela gestão Jair Bolsonaro.

Vasconcelos esclareceu ainda que o conjunto das companhias docas, que atuam em vários portos do País, ainda não será incluído no PPI na próxima reunião. Em parceria com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), o órgão está desenhando um modelo piloto de concessão ou privatização, na Codesa, do Espírito Santo. 

“Estamos trabalhando no projeto piloto para depois avançar nas outras sete companhias docas”, disse Vasconcelos, após participar de seminário sobre infraestrutura, na sede do BNDES, no Rio.

Com informações de Estadão Conteúdo

Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade
Publicidade
  • CHARGE DO DIA

Mais lidas