Internet é aliada de candidatos a concursos públicos

Divulgação

Disciplina, determinação e organização são alguns dos requisitos básicos para quem quer passar em concurso público e não tem condições de se matricular em cursos preparatórios. Porém, cada vez mais os candidatos têm feito uso de uma ferramenta poderosa na hora dos estudos: a internet.

Pensando nesses concursandos, alguns especialistas disponibilizam conteúdos gratuitamente, realizam aulões ao vivo, fazem posts com dicas exclusivas, tudo pela internet, para dar aquela forcinha extra na hora da prova.

Publicidade

Segundo o especialista em Língua Portuguesa, Fabrício Dutra, nesse tipo de ferramenta são fornecidas dicas básicas para que o concursando esteja preparado. “No caso da minha disciplina, eu digo que o candidato não está em um ‘curso de língua portuguesa’ para se tornar um especialista, mas ensino estratégias para a realização da prova, lembrando sempre que só gabarita aquele que tiver feito muito exercício”, ressalta. O professor tem um site (www.fabriciodutra.com/) onde compartilha diversas dicas, com conteúdos variados de gramática, de forma descontraída.

Outro especialista que já está famoso por seus aulões, gratuitos e ao vivo pela internet, é o professor de Informática, Deodato Neto (www.professordeodatoneto.com.br/). Segundo ele, a informática tornou-se algo essencial nos dias de hoje, mas na hora de responder uma questão dessa disciplina em um concurso público, muitas vezes, o assunto parece ser algo desconhecido. Como os mais diversos editais estão cobrando essa disciplina, o site tem o objetivo de acabar com a barreira que existe entre o candidato e a Informática.

“Para estar bem preparado, basta estudar com foco, de forma direcionada”, esses recursos são uma forma do candidato alcançar esse objetivo. Os aulões da madrugada realizados por Deodato são geralmente às quartas-feiras. Para acessar, basta entrar no site, clicar no banner que aparecerá na tela, digitar e-mail e nome, e aí, é só esperar o início da aula à meia-noite.

Cadastre-se para receber as notícias do Jornal de Brasília.

COMPARTILHAR