Vídeo mostra o momento em que taxista é assassinado na Asa Norte

Breno Esaki/Jornal de Brasília

Um taxista de 34 anos morreu após ser baleado próximo a um posto de combustíveis da 309 Norte, na manhã desta quinta-feira (20). Luiz Eduardo dos Santos estava no estabelecimento com um grupo de pessoas quando foi surpreendido pelos disparos. Uma câmera de segurança flagrou a ação.

Nas imagens, é possível ver o momento em que o carro do autor se aproxima. O veículo era ocupado por três homens e uma mulher, de 28 anos, que já foi presa. Os outros já foram reconhecidos pela polícia. Um deles, que estava com o rosto coberto com um pano azul iniciou o tiroteio. A vítima foi atingida por uma bala que perfurou a janela do carro. No local do crime, a polícia encontrou R$2 mil reais e uma porção de cocaína.

PCDF/Divulgação
PCDF/Divulgação

As pessoas que estavam próximas se assustaram com a cena e fugiram. Luiz Eduardo ainda tentou se proteger atrás do seu carro, mas o suspeito continuou atirando. Após pelo menos cinco disparos, a vítima caiu no meio da via, momento em que o grupo fugiu.

O prefeito da 309 Norte, Alcino Almeida, contou que os moradores reclamam da falta de policiamento no local. “É costume as pessoas beberem neste local. Sempre ouvimos barulho durante a madrugada. Vamos pedir policiamento na quadra”, diz o também presidente do Conselho Comunitário de Segurança.

Um funcionário do posto de abastecimento chegou no local no momento do tiroteio. “Quando ouvi o barulho, corri para me esconder atrás da banca de revista. As pessoas se reúnem aqui para beber e sempre tem briga, uma hora isso ia acontecer”, lamenta Moisés Lima, de 27 anos.

Segundo testemunhas, vítima e autor teriam discutido momentos antes do crime. A Polícia Civil diz que Luiz Eduardo tinha passagens por posse de drogas, resistência, desacato, injúria, ameaça, lesão corporal (Maria da Penha) e dano.

O caso é investigado pela 5º Delegacia de Polícia (Área Central).

Assista: