Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Protesto a favor do candidato Jair Bolsonaro toma conta da região central de Brasília

João Paulo Mariano
redação@grupojbr.com

Apoiadores se reúnem em 25 mil veículos para buzinar e hastear faixas e bandeiras do Brasil pedindo a vitória do candidato do PSL a presidência, Jair Bolsonaro. O levantamento foi divulgado pela Polícia Militar do DF, que ainda não conseguiu contabilizar o número de pessoas. São homens, mulheres e crianças que reclamam dos “resultados de pesquisas”, da “roubalheira” e da ideologia que políticos de esquerda apresentam ao país. Concentrações semelhantes ocorrem em vários Estados.

Foto: Myke Sena/JBr.

Os manifestantes estão descendo a S1 do Eixo Monumental, na altura Esplanada dos Ministérios. De lá, eles vão passar pelo EPIA, Feira dos Importados, Sudoeste, W3 Norte e retornam para o Museu da República, que foi um dos pontos de encontro de parte dos manifestantes. Outro grupo se reuniu em frente ao Clube de Aeromodelismo e, em seguida, seguiu para a Esplanada. As seis faixas da S1 estão ocupadas.

Para a Polícia Militar, o movimento segue pacífico. Isso fez com que muitos trouxessem a família para acompanhar. Foi o caso de Nayanne Araújo, 28. A fisioterapeuta fez questão de trazer o filho, Arthur Araújo, de sete anos, porque esse ano vai votar após um pedido dele. “Eu ia votar no Haddad, mas mudei meu voto nesta semana. Meu filho me falou que não queria que eu votasse nesse povo porque ele não queria aprender sexo na escola. Ele tem sete anos. Esse ano eu vou votar pelo meu filho”, esclarece.

À esquerda, Arthur Araújo acompanhado pela mãe Nayanne Araújo (ao centro) e da Letícia Aleixo (à direita). Foto: Myke Sena/JBr.

Fernando Haddad, candidato do PT, aparece em segundo lugar, atrás de Jair Bolsonaro, nas últimas pesquisas. O candidato do PSL está em primeiro lugar no primeiro turno.

Apesar do resultado das pesquisas, a estudante Tayna Torres, 18, acredita que Bolsonaro tem condições de vencer em primeiro turno. “Eu estou aqui para mostrar que as pesquisas das TVs são diferentes da realidade das ruas”, relata a jovem que diz que quer votar em Bolsonaro porque o país precisa de mudanças.

Movimento contra

A manifestação ocorre um dia após sete mil pessoas se reunirem na área central do DF contra Jair Bolsonaro. O movimento foi organizado pela internet e também ocorreu em vários Estados do Brasil e, inclusive, em outros países, como Portugal e França.

Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade
Publicidade
  • CHARGE DO DIA

Mais lidas