Policial Militar é preso após tentar invadir delegacia em Ceilândia

Foto: Matheus Oliveira/CEDOC

Matheus Venzi
matheus.venzi@jornaldebrasilia.com.br

Um policial militar foi preso na noite dessa terça-feira (9) após tentar invadir a 19ª Delegacia de Polícia, em Ceilândia. O homem, que chegou a sacar sua arma, irá responder por desacato, desobediência, resistência e abuso de autoridade. Um servidor do Tribunal de Justiça do DF e Territórios (TJDFT) também foi preso na ocasião.

Publicidade

A confusão ocorreu por volta das 22h40. Na ocasião, um policial civil notou um princípio de confusão no portão da delegacia. Alguns indivíduos, bastante alterados, diziam que queriam entrar na delegacia e falavam diversos palavrões. O delegado de plantão, acompanhado por agentes, foi até o local para tentar apaziguar a situação.

De acordo com testemunhas, o militar foi até o local para ter notícias do irmão de um amigo detido na unidade policial. Porém, como a delegacia estava fechada, as pessoas que ficaram do lado de fora se revoltaram.

Uma mulher que estava no meio da confusão começou a filmar a ação. O delegado pediu para que ela lhe entregasse o aparelho, por se tratar de uma prova, mas teve o pedido negado. Nesse momento, um dos homens partiu em direção ao agente, mas foi impedido pelos policiais. O suspeito sacou uma pistola e alegou ser policial militar. Um outro rapaz fez coro para o colega e também afirmou ser PM. Quando os agentes de apoio chegaram, no entanto, ele voltou atrás e disse ser servidor da Justiça.

Os dois foram presos em flagrante, mas negaram a confusão diante das autoridades. O Policial Militar foi encaminhado para o 19º Batalhão da Polícia Militar, que fica na Papuda.

Cadastre-se para receber as notícias do Jornal de Brasília.

COMPARTILHAR