PMs são alvos de operação do MP acusados de extorquir empresários

Foto: André Borges/ Agência Brasília

Um grupo de policiais militares é alvo de uma operação do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) por suspeitas de extorsão a empresários que prestavam serviços para a Polícia Militar do Distrito Federal. A operação foi batizada de Mamon e deflagrada na manhã desta terça-feira (14).

Segundo o MPDFT, a associação criminosa exigia propina para a liberação dos valores devidos pela PMDF aos serviços prestados pelos empresários. Um dos membros do grupo criminoso era o coronel Francisco Eronildo Feitosa Rodrigues, preso esta manhã. Ela era responsável pelos pagamentos no âmbito do Departamento de Logística e Finanças (DLF) da PMDF.

Publicidade

As investigações ainda estão em curso e são realizadas com o apoio da Corregedoria da PMDF. Vítimas da extorsão podem procurar as autoridades do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios para prestar esclarecimentos, conforme orienta o órgão.

Mamon é um termo derivado da Bíblia, usado para descrever a cobiça. A operação conta também com a participação das Promotorias de Justiça Militar (PJM), do Centro de Informações (CI) e do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco).

Cadastre-se para receber as notícias do Jornal de Brasília.

COMPARTILHAR