Pastor é preso acusado de pelo menos três estupros no DF

Foto: Divulgação/PCDF

Ícaro Andrade

icaro.andrade@jornaldebrasilia.com.br

Autor de uma série de estupros no Distrito Federal, o pastor Renato Bandeira dos Santos, de 31 anos, foi apresentado pela Polícia Civil na manhã desta quarta-feira (08). Ele é acusado de cometer ao menos três ataques em Brasilia e suspeito de cometer outros dois na capital. Este não é o primeiro envolvimento dele no crime. Desde 2015 ele já havia sido preso por por crime sexual em Belo Horizonte (MG). Apesar das comprovações o acusado usa a palavra de Deus para se declarar inocente.

“Estou de cabeça firme, mais forte do que nunca. O fato de ter um grande nome no país e ser pastor explica toda essa repercussão. Eu creio que todos os homens de Deus vão passar por isso, então quem sou eu para não passar isso também” disse o pastor.

As provas chegaram até Bandeira, após ser comprovado por um exame de DNA, que seu perfil genético coincidia com o material coletado no corpo de três vítimas do DF. Na época, às vítimas foram encaminhadas pelas delegacias para o Instituto de Pesquisa em DNA (IPDNA), para coleta de exames nos vestígios recolhidos. Dois suspeitos chegaram a ser chamados, porém foram liberados em seguidas por não serem compatíveis com as provas.

Der acordo com o diretor do Instituto de Pesquisa em DNA da PCDF, Samuel Ferreira, o perfil genético do sêmen retirado do corpo das vítimas foi inserido no Banco de DNA e se repetiu três vezes. Apenas em agosto de 2016, após serem inseridos no Banco Nacional, foi que conseguiu-se identificar Bandeira, como verdadeiro culpado pelos crimes.

O delegado Raimundo Vanderly, da 21ª Delegacia de Policia de Taguatinga Sul, acredita que com a divulgação de imagem do acusado, novas vítimas poderão identificá-lo, uma vez que outras mulheres podem também ter sofrido os abusos.

“Agora com a divulgação de imagem do Renato, a policia vai conseguir ter acesso a possíveis outras vítimas que podem ter sido abusadas por ele. Importante saber que em 2015 ele pesava 130 quilos e hoje está com 70kg devido o tempo que se manteve recluso” conclui.

Ainda de acordo com o delegado, além de pastor Renato também é compositor de música gospel e fazia milhares de shows em vários estados do país. As apresentações estão divulgadas no youtube, onde cerca de 80 mim pessoas prestigiam o religioso. O acusado deve agora, ser encaminhado para o Complexo Penitenciário da Papuda.

Cadastre-se para receber as notícias do Jornal de Brasília.

COMPARTILHAR