Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Homem mata mulher e se suicida na Asa Sul

Mais um caso de feminicídio foi registrado no DF nesta semana, às vésperas do Dia da Mulher. Na noite desta terça-feira (6), um homem identificado como Elson da Silva, de 39 anos, matou a companheira Romilda Souza, 41, com cinco tiros no quarto do apartamento da família, no terceiro andar do Bloco C, na SQS 406. Em seguida, ele atirou na própria cabeça usando a mesma arma, um revólver calibre 38. Os filhos do casal, de 3 e 4 anos, estavam com a avó materna no mesmo apartamento, mas não presenciaram a cena, pois o casal havia se trancado no quarto. Após ouvir os disparos, as crianças foram levadas pela avó para uma residência vizinha e, depois, para a casa de amigos da família.

O Corpo de Bombeiros recebeu chamado por volta das 20h50. Chegando ao local, uma equipe tentou socorrer os dois, mas apenas o homem ainda apresentava sinais vitais. Os bombeiros chegaram a iniciar os procedimentos para tentar estabilizá-lo, na tentativa de levá-lo ao hospital, mas ele não resistiu e morreu no apartamento.

Leia também: Polícia Civil prende suspeito de matar e atear fogo em capoeirista no Guará

A polícia ainda não sabe como Elson adquiriu a arma, que foi apreendida no local. Sabe-se que ele já havia trabalhado como vigilante, porém ainda não há nada que confirme como ele teria conseguido o revólver. Segundo testemunhas, o casal estava em processo de separação. No entanto, ainda não se sabe o que teria motivado o crime

De acordo com o síndico do bloco C, Paulo Melo, o casal morava há três anos no local. “Eles pareciam tranquilos. Sem indícios de brigas ou desentendimentos”, contou. Romilda era consultora do Sebrae e dona de uma casa lotérica no Paranoá, onde ambos trabalhavam.

(Com informações de João Paulo Mariano)

Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade
Publicidade
  • CHARGE DO DIA

Mais lidas