Funcionários do Metrô-DF decidem entrar em greve na quinta-feira (9)

Foto: Myke Sena

João Paulo Mariano
redacao@grupojbr.com.br

Os funcionários do Metrô-DF entrarão em greve a partir da 0h desta quinta-feira (9). A decisão foi tomada na noite deste domingo (5) em uma assembleia realizada na Estação Praça do Relógio, em Taguatinga. A categoria informou que o movimento será por tempo indeterminado ou até o GDF responder às demandas acertadas no acordo assinado em 2015.

Publicidade

De acordo com o Sindicado dos Trabalhadores em Empresas de Transportes Metroviários do Distrito Federal (Sindmetrô-DF), as principais demandas são: reajuste salarial de 8,4%, com retroativo, e a contratação de 631 metroviários que passaram no último concurso – 331 para entrada imediata e 300 para o cadastro de reserva.

A diretora de comunicação do Sindmetrô-DF, Renata Campos, afirma que a promessa do GDF para conceder as demandas estava vinculada à Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). Assim, como o DF deixou o limite prudencial da Lei em outubro, a alegação era que os acertos deveriam ser cumpridos, mas até o momento não houve nenhuma resposta do Executivo.

Por nota, a direção do Metrô-DF informou que vai analisar a decisão da assembleia e tomar as providências necessárias.

Assembleia ocorreu na Estação Praça do Relógio, em Taguatinga. Foto: Divulgação/Sindmetro-DF
Assembleia ocorreu na Estação Praça do Relógio, em Taguatinga. Foto: Divulgação/Sindmetro-DF

Cadastre-se para receber as notícias do Jornal de Brasília.

COMPARTILHAR