Enterro de jovem morta durante assalto após passeio em Corumbá IV deve ser nesta segunda

Foto: reprodução/facebook

Daniel Cardozo
Especial para o Jornal de Brasília

Uma mulher foi vítima de latrocínio em Luziânia na tarde de sábado (04). Moradora do Gama, Yasmin Luciene, 25 anos, voltava de um passeio na barragem de Corumbá IV com quatro familiares quando foi atingida na cabeça, em um assalto. A Polícia Militar de Goiás prendeu dois suspeitos que logo foram reconhecidos pelas demais vítimas.

Publicidade

Obstáculos a 500 metros da barragem impediram a caminhonete da família de seguir viagem, perto de um mata-burro. O marido de Yasmin desceu do veículo para tentar abrir passagem, quando dois assaltantes – armados com um facão e uma garrucha caseira – fizeram a abordagem e acabaram atingindo o rapaz com uma facada e pegaram o relógio dele. Mesmo ferido, ele conseguiu voltar ao carro e o motorista acelerou. Nesse momento, foi disparado um tiro que passou pelo vidro traseiro direito do carro e atingiu em cheio Yasmin e estilhaçou em outra passageira – Jhenyfer Machado, de 15 anos.

O grupo seguiu até ao hospital mais próximo, mas Yasmin morreu no caminho. Já Jhenyfer foi internada no Hospital de Base, onde está em observação, porque que os estilhaços acabaram se alojando próximos ao cérebro da vítima.

Em Luziânia, a polícia prendeu horas depois César Moreira da Silva e Jeferson Tavares de Souza, suspeitos de terem praticado o latrocínio. Os dois homens se recusaram a falar durante o depoimento, mas acabaram sendo reconhecidos pelas vítimas. As armas usadas no crime não foram encontradas.

Os suspeitos teriam roubado outro veículo uma hora depois do latrocínio.

Cadastre-se para receber as notícias do Jornal de Brasília.

COMPARTILHAR