Siga o Jornal de Brasília

Cidades

DF está entre os cinco locais mais seguros do país, diz relatório

Tácio Lorran
redacao@grupojbr.com

O Distrito Federal está entre as cinco Unidades Federativas (UF) menos perigosas do Brasil. Com base em números de 2018, a capital federal tem uma taxa de 15,9 crimes violentos a cada 100 mil habitantes e figura atrás apenas de São Paulo (7,6/100 mil hab), Santa Catarina (11,8/100 mil hab) e Minas Gerais (15,4/100 mil hab).

Em comparação com o mesmo período do ano passado, DF registrou no primeiro bimestre deste ano uma queda de 25% no número de crimes violentos. Em janeiro e fevereiro de 2019 foram contabilizados 61 homicídios e 5 latrocínios. No período, não teve lesão corporal seguido de morte.

A nível nacional, a redução foi semelhante. O número de crimes violentos no Brasil reduziu cerca de 25% nos dois primeiros meses de 2019 em comparação com o mesmo período do ano passado. Enquanto janeiro e fevereiro deste ano somaram 6.855 assassinatos, em 2018 o número foi de 9.094. Uma queda de 2.238 de ocorrências. Apenas Roraima e Amazonas não diminuíram a taxa.

Os dados são do Monitor da Violência, ferramenta elaborada pelo G1 e atualizada nesta quarta-feira (17). Foram computados os números de 25 estados e do Distrito Federal. O Paraná ficou de fora por ainda não ter os dados contabilizados, segundo o governo local. Os crimes violentos abrangem homicídio doloso, latrocínio e lesão corporal seguido de morte.

Apesar de Bahia (5.613 ocorrências), Rio de Janeiro (5.163) e Ceará (4.498) apresentarem os maiores números de crimes violentos registrados durante todo o ano de 2018, Rio Grande do Norte e Roraima são considerados os estados mais violentos. O índice é medido em comparação com o número de habitantes. Na ocasião, RN teve uma taxa de 52 assassinatos a cada 100 mil habitantes; em RR, o número chega próximo a 60.

Ainda assim, apesar de figurar entre os mais perigosos, os estados do Nordeste foram os que mais tiveram diminuição no número de crimes violentos. A região chega a uma queda de 34%. No Ceará, por exemplo, a taxa caiu de 844 assassinatos registrados no primeiro bimestre de 2018 para 338 neste ano.

No Brasil, o número de crimes violentos a cada 100 mil habitantes registrados em 2018 é o melhor desde 2011. No ano passado foram contabilizados 51.589 assassinatos (24,7/100 mil hab). Um ano antes, por exemplo, aconteceram 59.128 assassinatos (28,5/100 mil hab).

O índice foi feito em parceria com o Núcleo de Estudos da Violência da USP e o Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade
Publicidade
  • CHARGE DO DIA

Mais lidas