Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Deficientes e idosos que nasceram em janeiro têm até o final do mês para atualizar o CadÚnico

Os idosos e deficientes que fazem uso do Benefício de Prestação Continuada (BPC) que fizeram aniversário em Janeiro tem até 30 de maio para atualizar o Cadastro Único (CadÚnico), sob a consequência de ter o benefício suspenso.

No início de 2019, 23 mil pessoas precisando fazer o recadastramento ou a averiguação e revisão, o que deveria ter sido finalizado no ano passado. Medidas estão sendo adotadas para reduzir esse número, como  reforço do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF) na execução da atualização cadastral.

A força-tarefa ocorre em 19 quartéis até o fim do mês. Todos os militares da operação participaram de duas semanas de capacitação e outras duas de ambientação para estarem aptos a receber os beneficiários e realizar o procedimento. Além disso, as equipes em 21 unidades do Centro de Referência em Assistência Social (Cras) seguem com esse trabalho rotineiro.

De acordo com o Ministério da Cidadania, aproximadamente 1,1 milhão de pessoas ainda não fizeram a inscrição no Cadastro Único do Governo Federal em todo o Brasil.

Quem precisa fazer?

Devem atualizar o cadastro deficientes e idosos beneficiários que fizeram aniversário em janeiro, bem como todas as pessoas que, anualmente, passam pelo processo de averiguação e revisão dos dados cadastrais. Nesse último caso, basta ficar atento a um chamamento feito via correspondência pelo Ministério da Cidadania ou no extrato bancário, onde uma mensagem alerta sobre a necessidade de atualizar as informações.

Esta etapa do recadastramento dos beneficiários do BPC tem foco em pessoas que fizeram aniversário de janeiro. Porém, quem fez em fevereiro e março também pode marcar o agendamento. As datas específicas para cada mês foram estabelecidas pelo Ministério da Cidadania.

O beneficiário deve ligar no 156 ou fazer o agendamento online pelo http://www.sedes.df.gov.br/agendamento-cadunico/. É necessário ter em mãos o Cadastro de Pessoa Física, (CPF) e comprovante de residência. O registro também pode ser feito por um responsável familiar.

Com informações de Agência Brasil

Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade
Publicidade
  • CHARGE DO DIA

Mais lidas