Aniversário de Brasília: Arte e cultura celebram cidade

Jurana Lopes

jurana.lopes@jornaldebrasilia.com.br

O aniversário de 56 anos de Brasília será comemorado com atrações para os mais variados estilos, envolvendo arte, cultura e gastronomia. A programação vai muito além dos shows que serão promovidos  na  Torre de TV. E o melhor: é tudo de graça. 

Na parte interna do Museu Nacional, uma série de exposições   está em curso desde a primeira semana de abril. Entre elas, destaca-se A Arte Monumental de Marianne Peretti, que ficará aberta no salão principal  até 5 de junho, reunindo as obras mais exponenciais da artista.  Marianne possui esculturas em prédios públicos de Brasília como O Pássaro, do Teatro Nacional Claudio Santoro, e os vitrais da Catedral de Brasília.

Também está aberta para visitação a mostra de Rodrigo Rosa, Forma e Arte da Cidade, composta  por desenhos inéditos e obras vencedoras do Prêmio de Artes Plásticas Marcantonio Vilaça, da Funarte, que atualmente integram o acervo do museu. 

Em comemoração ao Dia do Índio, celebrado ontem, o Memorial dos Povos Indígenas abre a exposição de fotografias e obras contemporâneas Armadilhas Indígenas, sob curadoria do artista plástico Bené Fonteles.  De hoje a 29 de abril, na área externa do memorial, haverá workshop de pintura corporal e feira de artesanato, das 9h às 17h. 

Hiperfoto

A Galeria Acervo do Museu exibe a mostra Hiperfoto-Brasília, trabalho personalizado desenvolvido em quatro capitais brasileiras pelo artista francês Jean François Rauzier, que produz uma série de imagens inéditas sobre Brasília. A mostra apresenta 31 imagens de paisagens, da arquitetura, de brasilienses e ambientes da capital, que oferecem ao espectador múltiplas maneiras de vê-las.

O Museu Vivo da Memória Candanga realiza a mostra de Delei e Paulino Aversa, que será aberta hoje. Serão reunidas diferentes fases da criação dos dois artistas candangos, com diferentes formatos e técnicas, e obras que mostram as   visões dos artistas sobre a cidade. 

Ainda hoje será inaugurada a exposição Zezé – Obras Raras, de Maria José Costa Sousa, artista pioneira de Brasília. Também  terá início a Mostra de Cinema Feminino de Brasília, com programação de filmes sobre a atuação das mulheres na capital.

Cultura independente 

O Ponto de Cultura ISA – Instituto Solid’Art e o Movimento Samamba Rock realizam,  às 19h de hoje, em frente à sede da BSB Criativa, no Conic, um seminário para debater a manutenção de políticas públicas para o fomento da cultura independente do DF. 

O evento faz parte das contribuições do grupo cultural às festividades em comemoração ao 56º aniversário de Brasília. Intitulado Seminário das Redes Underground, o projeto tem como objetivo a promoção de atividades que visem à valorização dos artistas independentes do DF.  

O intuito é também incentivar  a ocupação de espaços públicos, criando uma integração entre a comunidade e as manifestações artísticas independentes.

Na ocasião, haverá rodas de bate- papo  e exposição de argumentos em defesa da cultura independente com a participação de grupos artísticos, coletivos culturais  e artistas individuais, que vão trocar experiências sobre a cena underground da cidade.

Bandas locais

Móveis Coloniais de Acaju e Plebe Rude subirão ao palco na Torre de TV. Assim como no ano passado, o governo optou por priorizar os artistas locais em vez de cantores e bandas de outras cidades brasileiras. Ao todo, serão investidos cerca de R$ 750 mil no evento, valor 20% maior do que em 2015, quando foram gastos R$ 620 mil.  Do total do orçamento da festa, aproximadamente R$ 217,5 mil foram gastos em cachê.

BSB para todos os gostos

Amanhã e sexta-feira, a festa será regada a música, com dez shows de artistas locais e nacionais, entre eles Plebe Rude, Scalene, Móveis Coloniais de Acaju e a pernambucana Nação Zumbi. As apresentações serão no gramado da Torre de TV, a partir das 17h, com participação de DJs. 

Ao todo, a Secretaria de Cultura investiu R$ 217,5 mil em cachês dos artistas participantes e mais R$ 550 mil em estrutura de palco. Além dos shows, amanhã, a partir das 18h, terá concerto com a Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional em homenagem a Brasília no Teatro Sesc do Gama.

Quem gosta de um programa voltado para o contato com a natureza pode participar do Picnik – Um aniversário no Parque, que será realizado no estacionamento 4 do Parque da Cidade, a partir das 13h. O evento contará com espaço para Cura, em que haverá terapeutas dedicados a tratar da mente, do corpo e da alma. 

Para a criançada, haverá espetáculos teatrais realizados pela Cia Mapati, em uma miniarena. Quem quiser relaxar e mandar vibrações negativas para o espaço pode usufruir do espaço Zen, com atividades relaxantes como yoga e dança cósmica. Também haverá shows com bandas independentes, com destaque para a Vai Tomar no Cover. As atrações vão comemorar, além dos 56 anos de Brasília, os quatro anos de existência do Picnik.

CCBB Brasília

O CCBB Brasília preparou exposições, sessões de teatro, espetáculos infantis, mostra de cinema – tudo gratuito –, além de praça de alimentação com food trucks.  As atividades começam às 9h. 

No sábado, é a vez da 2ª Mostra Samamba Rock no Conic. O evento reúne, a partir das 14h, na Praça Central do Setor de Diversões Sul, 11 bandas brasilienses de diversas vertentes do rock underground. Todas as atrações convidadas abriram mão do recebimento de cachê. O projeto não conta com recurso público, e os envolvidos atuam de forma colaborativa.

A partir de domingo, o Museu Nacional apoia o 1º Salão Mestre D’Armas – Mostra de Arte Contemporânea. Realizado com recursos do Fundo de Apoio à Cultura (FAC), o evento ocorre no Museu Histórico e Artístico de Planaltina. A exposição reúne 20 artistas de Brasília, como Bia Medeiros, Karina Dias, Adriana Vignoli e César Becker, que exibem esculturas, fotografias, pinturas, videoartes e instalações até o dia 24 de junho.

Picnik – Um aniversário no Parque (Amanhã)

Miniarena 

14h – Cortejo com artistas

15h – Festival de Cenas Curtas (esquetes)

16h – Cantigas de roda 

17h – Espetáculo teatral Alice

18h – Ciranda de encerramento do espaço Miniarena Mapati 25 anos!

Área Zen

13h – Entre Olhares por Conexão Humana

17h – Yoga por Gabriel Borges

18h – Dança Cósmica por Tati Ama

Área de Cura

Massagens

Auriculoterapia

Astrologia

Shiatsu

Reconexão com a sua essência

Shows

15h – Bolhazul

16h – Tertulia NaLua

17h – Verônica Não Veio

18h – La Morsa

Cadastre-se para receber as notícias do Jornal de Brasília.

COMPARTILHAR