Siga o Jornal de Brasília

Cidades

16 dias após morte de coordenador, colégio Céu Azul retorna às aulas

Da redação
redacao@grupojbr.com


Na manhã desta quinta-feira (16), alunos e professores do Colégio Estadual Céu Azul, em Valparaíso (GO) retornaram às aulas. A instituição vivia luto por conta do assassinato do professor e coordenador Julio César Barroso de Sousa, 41 anos. A volta contou com cultos, apresentações e oficinas de arte.

Parte da família de Júlio César também estava presente. A esposa Daiani Alves, 31, os filhos Heloísa e Arthur, de 4 e 6 anos, respectivamente, e a irmã do professor, Juliana Maria Lima do Carmo, 35, receberam homenagens e se emocionaram. A fachada da escola ganhou pintura em homenagem ao coordenador. Uma praça da instituição foi batizada com o nome dele

A volta às aulas do Colégio Céu Azul contou também com o governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM). Ele chegou à escola por volta das 9h.

Relembre o caso

Júlio César foi morto a tiros por um estudante de 17 anos no último dia 30. O jovem discutiu com uma professora pela manhã, voltou armado no período da tarde e disparou duas vezes contra o educador, que havia apartado a confusão ocorrida no início do dia.

Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade
Publicidade
  • CHARGE DO DIA

Mais lidas