Siga o Jornal de Brasília

Brasil

Lacre plástico mata de fome golfinho em extinção na costa de SP

Um golfinho foi encontrado com um lacre que o impedia de se alimentar, próximo à orla de Praia Grande, no litoral de São Paulo. O animal foi resgatado no fim de semana, já sem vida, com sinais de desnutrição e com plásticos no sistema digestivo.

Trata-se de uma toninha (Pontoporia blainvillei), espécie de golfinho de menor porte. O macho adulto ficou preso acidentalmente na rede que um pescador havia lançado ao mar. Em seguida, o animal foi entregue à equipe do Instituto Biopesca, responsável por monitorar a região.

Rodrigo Valle, veterinário do instituto ouvido pelo G1, disse que essa espécie de golfinho corre risco de extinção. O médico destaca que a magreza do animal denuncia que ele estava há algum tempo sem se alimentar, devido ao lacre em forma de argola preso ao rostro (estrutura que se assemelha a um bico).

Exame necroscópico mostrou que  não havia qualquer alimento, além de pedaços de plástico, no sistema digestivo do golfinho. A morte do animal evidencia o impacto humano no ecossistema. Cerca de 70 animais encalham (a maior parte já sem vida) e são resgatados por mês em praias daquela região.

Foto: Vanessa Ribeiro/Instituto Biopesca

Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade
Publicidade
  • CHARGE DO DIA

Mais lidas