Siga o Jornal de Brasília

Brasil

Expulsão: Uber passa a detectar mensagens impróprias automaticamente

Uber

A Uber anunciou um novo processo de detecção automática de linguagem imprópria nas mensagens que são enviados no bate-papo do aplicativo – tanto nas viagens quanto no Uber Eats. O novo recurso detecta palavras que possam ser consideradas ofensivas ou que ameacem a integridade de uma pessoa.

Em seguida, as mensagens entram automaticamente em um processo de desativação permanente da conta original. Conforme o aplicativo, a intenção é “preservar o respeito mútuo que é esperado entre os integrantes da comunidade”.

Uma equipe de especialistas analisa casos particulares, em que o contexto pode trazer dúvidas, falsos positivos ou em que há circunstâncias especiais. Hoje, o Centro de Excelência mantido pela Uber em São Paulo reúne cerca de 600 profissionais, que são os responsáveis por essas análises, entre outras atividades.

Regras da empresa

De acordo com os Termos e Condições e o Código de Conduta da plataforma, qualquer comportamento que envolva violência, conduta sexual, assédio ou discriminação ao usar o aplicativo resultará na desativação da conta. Isso também se estende ao que é digitado nas mensagens que podem ser enviadas dentro do app, já que o respeito entre todos da comunidade deve ser mantido em todas as interações – virtuais ou reais.

Entre as medidas de segurança da plataforma recentemente anunciadas, a Uber fechou um contrato com o Serpro para checagem de informações cadastrais dos motoristas parceiros em tempo real. Além disso, o Brasil vai sediar o primeiro Centro de Desenvolvimento Tecnológico da empresa voltado para segurança, que receberá investimentos na ordem de R$ 250 milhões nos próximos cinco anos.

Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade
Publicidade
  • CHARGE DO DIA

Mais lidas