Insalubridade para servidores do Detran-DF

O Sindicato do Servidores do Detran-DF (Sindetran-DF) obteve sentença de primeiro grau que declara a ilegalidade do ato administrativo que suspendeu o pagamento do adicional de insalubridade aos servidores que participam da chamada Operação Fumaça, que autua ônibus por emissão de gases poluentes acima do grau permitido. Ainda cabe recurso.

Oito meses atrás

Para a entidade, esta é uma das atividades insalubres desenvolvidas pelas equipes que trabalham na área de fiscalização. O corte do pagamento foi determinado em setembro de 2016.

Tudo às claras

Jaran de Brito é presidente do Sindicato dos Servidores Integrantes da Carreira Auditoria de Controle Interno do Distrito Federal (Sindifico) e não do Sindifisco, como publicamos na semana passada. E a frase publicada aqui na coluna era uma crítica ao PLC 106/2017, que pode acabar com a estabilidade no serviço público do DF.

Cadastre-se para receber as notícias do Jornal de Brasília.

COMPARTILHAR