O desafio de se fazer televisão no SBT

O SBT acaba de trocar o seu comercial. Saiu Glen Valente e entrou Marcelo Parada, mas que ninguém espere dele qualquer milagre ou a façanha de tirar coelho da cartola.
Mais importante que nomes ou a saída de um e a entrada do outro, o problema maior ainda será o de sempre e de muito tempo, que é a falta de uma grade de programação estabilizada.

Como é possível para alguém querer praticar qualquer venda sem a certeza da sua existência? Ou que esse produto estará disponível amanhã?

Publicidade

As mudanças são tantas e em escalas tão altas, que para o mercado chega como bagunça e desorganização. Hoje, diante dessa maneira de proceder, existem sérias dificuldades em se levar o SBT a sério.

Isto, ao contrário de todas as concorrentes, muito mais disciplinadas e comprometidas com seus anunciantes e para com o próprio telespectador.

O desafio para o SBT e para os que nele trabalham é fazer uma televisão como se deve.

TV Tudo

Devaneio

Na TV, como em tantos outros setores, o jogo da insistência muitas vezes leva o telespectador a se acostumar com qualquer coisa, por melhor ou pior que ela seja.
É nisso que Silvio Santos aposta, apoiado em outros devaneios do passado, ao insistir com o jovem Dudu Camargo na apresentação de um telejornal. É o 1, 2, 3, atrás da porta.

Já disse e repito

Nada, pessoalmente, contra o jovem, a quem sequer conheço, mas o jornalismo da televisão não pode ser tão desrespeitado a ponto de se colocar um qualquer e sem qualquer habilitação na apresentação de um telejornal.

O resultado não pode ser diferente, tamanha a esculhambação, ao permitir a este alguém o direito de dançar ou ensaiar um striptease no final das suas edições. Compactuar com isso é insanidade e irresponsabilidade.

Bate no caixa

Televisão é um brinquedo caro. Ninguém, em tempo nenhum, pode se dar ao luxo de querer brincar com ela, porque acaba em prejuízo. É desaforo com o dinheiro.

E o SBT, nem ninguém, pode se dar ao luxo. Santo nenhum vai se atrever a anunciar num jornal desses.

Números

No Ibope, os resultados dessa imprudência também não são diferentes.

Desde o momento que Luiz Bacci assumiu as manhãs da Record, o SBT já mexeu exatas 26 vezes na sua programação da manhã. Na média, dá mais de uma mexida por mês. Vamos ver até quando essa insensatez vai continuar.

Está no mercado

O SBT demitiu terça-feira Alex Gusmão, editor-chefe e âncora do “Jornal do SBT – Brasília”.
“O motivo alegado é financeiro. A crise bateu à porta…”, postou o jornalista.

Em seis anos, foi sua terceira passagem pela emissora, onde trabalhou também como repórter.

Desligamento confirmado

O presidente da Anatel – Agência Nacional de Telecomunicações, Juarez Machado, está confirmando para 29 de março o desligamento do analógico em São Paulo e em 38 cidades do entorno.

Salvo qualquer mudança de última hora, o cronograma está mantido.

Atraso

Não será mais na próxima segunda-feira a volta do Ratinho, ao vivo, no SBT.
O seu retorno foi adiado para o dia 20, porque os novos cenários do programa não ficaram prontos.

Família Silva

Para matar a saudade e atender pedidos, a direção da Globo avalia a proposta de reprisar alguns dos melhores episódios de “A Grande Família”.
Foram 14 temporadas, até sair do ar em 2014.

Memória

Nesta quinta-feira, o SBT volta a exibir programas inéditos de “A Praça É Nossa”, mas reservando os dois últimos blocos para homenagens.
Hoje, por exemplo, o humorístico resgata a estreia do Golias.

Assunto da vez

No seu programa deste próximo domingo na GloboNews, Fernando Gabeira vai percorrer os aeroportos de Paraty, Angra e Ubatuba, uma região frequentada por pessoas ricas e com alguns desastres célebres.

O objetivo é discutir as condições de segurança numa região com chuvas frequentes e imponente presença da Serra do Mar.

Moda praia

No capítulo de “Malhação: Pro Dia Nascer Feliz” que a Globo exibe dia 7, Joana (Aline Dias) e Bárbara (Barbara França) vão estrelar uma campanha de moda praia.

Entre uma foto e outra, uma acaba destilando indiretas para a outra.

Globo/Mauricio Fidalgo
Globo/Mauricio Fidalgo

Bate – Rebate

· Um tema importante: Mariana Godoy entrevista nesta sexta-feira, às 22h45 na Rede TV!, o secretário da Previdência Social Marcelo Caetano, para falar sobre aposentadoria.

· Alguém sabe dizer o que acontece com a rádio Bandeirantes – Campinas? Parece que “respira por aparelhos”.

· Adriane Galisteu e André Marques vão gravar, em março, episódios da próxima temporada do programa “Desengaveta”, da Fernanda Paes Leme, no GNT.

· Depois do Chile, começam no Rio as externas de “Os Dias Eram Assim”, Super Série que a Globo vai exibir no horário das 23h.

· Pessoal que acompanhou a apresentação do elenco do “Power Couple 2”, segunda-feira na Record, não escondeu a frustração, imediatamente após a revelação dos nomes escolhidos…

· … Havia grande expectativa em torno das presenças de Gracyanne Barbosa e Nicole Bahls “para garantir o espetáculo”…

· … Mas não.

· O recomeço da Chapecoense, clube marcado por uma das maiores tragédias do esporte mundial, é tema do programa “Caminhos da Reportagem”, hoje, 20h30, na TV Brasil.

· Globo respira mais aliviada com os resultados de “A Lei do Amor”…

· … A novela, especialmente em janeiro, experimentou o seu maior crescimento de audiência.

· Larri Passos, ex-treinador do Guga, vai estrear como comentarista de tênis no canal Sony.

C´est fini

A Globo terá ao menos três grandes estreias em abril.
Casos de “A Força do Querer”, de Glória Perez, faixa das 21h, dia 3; “Malhação”, dia 24, e “Os Dias Eram Assim”, 23h, em dia a ser definido.

Então é isso. Mas amanhã tem mais. Tchau!

Cadastre-se para receber as notícias do Jornal de Brasília.

COMPARTILHAR