Siga o Jornal de Brasília

Mídias e Identidade

Homenagens a Gervásio Baptista e Lulu Landwehr

 

Com informações da EBC

 

O fim de semana foi de luto em Brasília em razão dos falecimentos da sobrevivente do Campo de Concentração de Auschwitz, Lulu Landwehr, que foi sepultada ontem, domingo, no Cemitério Israelita de Brasília, e do repórter-fotográfico Gervásio Baptista, que será cremado amanhã, terça-feira.

 

Lulu Landwehr tinha 93 anos. Polonesa de nascimento, ela tinha escrito o livro “E Pilatos lavou as mãos”, em que relata a trajetória de sobrevivente aos nazismo. Deixou os vilhos Roberto e Vivienne.

 

 

Amanhã, terça-feira (9), das 10h às 13h, no Cemitério Campo da Esperança,  será o funeral do lendário repórter-fotográfico Gervásio Baptista, cujo corpo será cremado. As cinzas serão espalhadas na Baía de Guanabara.

 

Gervásio tornou-se célebre na profissão por captar de personalidades da vida política em Brasília, como os ex-presidentes Getúlio Vargas, Tancredo Neves, José Sarney, Fernando Henrique Cardoso e Luiz Inácio Lula da Silva.

 

Gervásio Baptista trabalhou em veículos de comunicação, como as revistas O Cruzeiro e Manchete. Foi também profissional da Empresa Brasil de Comunicação durante 30 anos. O fotojornalista acompanhou fatos históricos, como a Revolução Cubana, a Revolução dos Cravos em Portugal e a Guerra do Vietnã.

 

O repórter fotográfico Gervásio Baptista na guerra do Vietna

Divulgação

 

Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade
Publicidade
  • CHARGE DO DIA

Mais lidas