Exposição Miguel Arraes 100 Anos

Nesta terça-feira (13), foi inaugurada a exposição fotográfica Miguel Arraes 100 Anos, no corredor de acesso ao Plenário da Câmara dos Deputados. A mostra aborda a história de vida e a trajetória política de Arraes, desde o nascimento em Araripe (CE), passando por sua juventude na cidade do Crato (CE) e seu exílio na Argélia após o golpe militar de 1964.
A exposição é uma iniciativa da Fundação João Mangabeira e do Instituto Miguel Arraes. A primeira-dama e colaboradora de Brasília Márcia Rollemberg é a curadora da mostra que fica disponível até 11 de janeiro do ano que vem.
“Fizemos uma linha do tempo, pincelando os diversos DNAs de Arraes, como a união de socialismo e liberdade e as políticas executivas, sempre ligadas à inovação”, explica a primeira-dama.
Ela destaca que Miguel Arraes foi um homem do mundo, que nunca perdeu as suas raízes nordestinas.
Além do lançamento da exposição que exalta a trajetória política do ex-governador, foi lançado o selo comemorativo dos Correios em homenagem a Miguel Arraes.
As homenagens continuaram no Congresso Nacional Brasileiro, onde houve uma sessão solene.

Cadastre-se para receber as notícias do Jornal de Brasília.

COMPARTILHAR