Nova prioridade

Com a reforma da Previdência praticamente enterrada na Câmara dos Deputados, o Palácio do Planalto mobiliza a combalida base para barrar o pedido de investigação contra o presidente Michel Temer que deve ser apresentado na terceira semana de junho pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot. Por enquanto, ministros do Governo asseguram contar com votos suficientes – cerca de 200 – para evitar que o STF transforme a denúncia em uma ação penal.

Proximidades

Publicidade

Carlos Zarattini, líder do PT, Orlando Silva e Aldo Rebelo, deputados do PCdoB, são frequentadores assíduos do gabinete do presidente Rodrigo Maia na Câmara.

Reapareceu

O vice-procurador-eleitoral Nicolao Dino decidira tirar férias em meio ao julgamento da chapa Dilma-Temer mas, enquadrado por colegas e pela consciência, recuou a tempo.

Enxugou

O Banco do Brasil fechou 394 agências e outras 379 viraram postos de atendimento. No plano de aposentadoria voluntária, 9.402 funcionários se desligaram do banco.

Chapa fria

O Presidente do Instituto Aço Brasil, Marco Polo Lopes, levou ao presidente Michel Temer dados que mostram o setor na chapa fria em 2017. Segmentos como automotivo, químico, máquinas e equipamentos, entre outros, não retomarão fôlego a curto prazo no mercado interno e demitiram, nos últimos dois anos, cerca de 500 mil colaboradores.

Ibama & Palácio

O Ibama pressiona o Palácio para que o presidente Temer vete mudanças previstas na MP 752, aprovada pelo Congresso em maio. Em nota, o órgão aponta que o texto abre brecha para que a União pode financiar involuntariamente, por bancos, o desmatamento.

Contrabando

Edson Vismona, do Movimento em Defesa do Mercado Legal Brasileiro, palestra para deputados na 21ª Conferência da União Nacional dos Legislativos Estaduais em Foz do Iguaçu. Assim como na fronteira, a maioria dos Estados registra contrabando crescente.

Tamanho do rombo

Vismona lembra que entre 2011 e 2016, o País deixou de arrecadar R$ 23,6 bilhões em função da venda ilegal de produtos paraguaios no Brasil, em especial sobre o cigarro.

Campeão

Na porta do camburão hoje, o senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG) recebeu mais de R$ 18 milhões em emendas parlamentares nos últimos dois anos.

Caso Jacob

A prisão do deputado Celso Jacob, sentenciado pelo STF, acendeu alerta entre os colegas. Prova de que o STF não é leniente com o foro privilegiado. Causou espanto o fato de que ele caiu por tão pouco: R$ 28 mil por obra sem licitação numa creche.

Histórico

Ele se baseou em parecer técnico, sob emergência, entregou para empresa que executou a obra com menor valor, que concluiu com 60% do preço declarado, e a creche está em funciomamento!,
reclama um deputado aliado.

Revoada

O Planalto já tem ciência de que não poderá contar com votos da maioria dos deputados do PSDB para barrar o processo contra o presidente Temer após a apresentação da denúncia contra o peemedebista pelo PGR.

“Fichas Limpas”

Apesar de investigadas em esquemas de corrupção, as construtoras Camargo Corrêa, Andrade Gutierrez e Odebrecht mantêm status de “idôneas”. O TCU aguardará até julho o desfecho dos acordos de leniência com o MP Federal para decidir se as enquadra.

Cooperação

Procuradores dos Panamá e El Salvador desembarcaram em Brasília para obter informações sobre as investigações do Propinobrecht. Assim como no Brasil, o escândalo tem derrubado autoridades nos países vizinhos onde a empreiteira fez obras.

Cadastre-se para receber as notícias do Jornal de Brasília.

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA