Siga o Jornal de Brasília

Esplanada

Câmara diz a aliados que Governo não será de Eduardistas

Começou um desligamento direto, com curto-circuito, entre socialistas em Pernambuco, berço do atual comando da legenda. O governador Paulo Câmara, alçado ao Poder pelas mãos de Eduardo Campos (falecido em 2014), disse em reunião que o segundo mandato não será um governo de ‘eduardistas’.

 

Câmara trocou 17 secretários, todos egressos da Era Campos. Significa que o poder da ex-primeira dama Renata murchou, enquanto o primogênito, João, estreia na Câmara Federal atrás de brilho próprio e continua o único laço da família com o Palácio das Princesas.

 

Em Brasília, o presidente do PSB, Carlos Siqueira, controla a situação para que as faíscas do barril explodido de Câmara não respinguem no restante dos diretórios.

 

Boi de ouro 2

 

A JBS tenta negociar com alguns Estados sua dívida (que pode ser bilionária) de ICMS e outros impostos. Em Goiás teve perdão na gestão de Perillo (PSDB).

 

Contra-Armas

Nove deputados do PSB protocolaram um projeto de decreto legislativo (PDL) que suspende os efeitos da flexibilização da posse de arma de fogo do decreto de Bolsonaro.

Calero x Vélez

Ex-ministro da Cultura do Governo Temer, o deputado federal Marcelo Calero (PPS-RJ) comprou briga com o ministro da Educação, Ricardo Vélez. Pediu explicações sobre a retirada de vídeos de um canal da TV Ines, no Youtube, de conteúdo para surdos.

Os vídeos teriam sido proibidos pelo MEC por conter supostas abordagens consideradas de ideologia de esquerda, na visão do ministro. Calero tem ganhado apoio de mestres universitários e de várias entidades no questionamento.

 

 

 

 

Tropa de elite

 

O Ministério da Defesa deslocou para Brumadinho, desde o estouro da barragem da Vale, 100 militares das três Forças Armadas – soldados, pilotos, e até engenheiros. É, a direção da deveria aprender um pouco de engenharia com essa turma.

Ensurdecedores

Silêncio sepulcral de Aécio Neves, Antonio Anastasia e outros políticos de Minas Gerais sobre o crime da Vale em Brumadinho. Será por quê?

Time de prima

 

A nova gestão da OAB decidiu manter ex-presidente da entidade Marcus Vinicius Coêlho à frente de sua Comissão de Estudos Constitucionais. O colegiado é responsável pelas ações da OAB no STF e, nos últimos anos, conseguiu que o tribunal declarasse a constitucionalidade das leis da Ficha Limpa e Maria da Penha e das cotas para minorias, além de proibir doações eleitorais de empresas e também as conduções coercitivas.

 

Turismo indígena

 

A Funai pretende apostar no turismo etnológico das reservas indígenas – que dá super certo em países como Estados Unidos. O Brasil tem exemplos de sobra. Um deles é o roteiro para turistas nas Serras Guerreiras de Tapuruquara, em Santa Isabel do Rio Negro (AM). São oito povos na região: Baniwa, Baré, Desana, Dow, Kauyawí, Piratapuya, Tariana, Tukano.

Vale Tudo!

 

Caiu novo trecho, agora de 30 metros, da ciclovia Tim Maia em São Conrado, no Rio de Janeiro. Desta vez, por força do temporal. Não aguenta onda, nem vento, tampouco chuva. Como dizia Tim, vale tudo!

 

2019..

 

O Brasil precisa de um descarrego. Lama da Vale, furacão no Rio, um time inteiro morto no incêndio do CT do Flamengo. Cadê os videntes-estrelas que não previram isso? Solidariedade a todas as famílias.

Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade
Publicidade
  • CHARGE DO DIA

Mais lidas