Como construir uma marca de sucesso para o futuro?

Estamos em uma mudança de era ou em uma era de mudanças?

O futuro chegou.

E estamos em um mercado onde a inovação é fruto da insatisfação das pessoas. Por isso, a complexidade do comércio criou um surto de ansiedade pelo excesso de oportunidades de consumo e por uma população ansiosa por novidades, criando-se assim um ciclo virtuoso de novos produtos. Na prática, isso é positivo pois temos um mundo cada vez mais eficaz e com mais oportunidades, mas, por um lado, as pessoas estão perdidas e ansiosas com tantas informações, produtos e serviços.

Publicidade

E agora?

Com tamanha ansiedade não é de se estranhar uma busca pela espiritualidade, pela diminuição do consumo ou mesmo por um propósito de vida. São as respostas encontradas para um planeta tão caótico de facilidades que o mercado disponibiliza.

Isso abre as portas para uma tendência sem volta: um mundo não mais de consumidores, mas de produtores. O ser humano entende que precisa voltar a sua essência, a criar e a servir ao próximo. Algo que se encaixa perfeitamente ao ato de empreender, que é a resposta para um mercado de harmonia com um propósito positivo.

A tecnologia descentraliza o poder e empodera o homem.

O avanço do mercado (vulgo a tecnologia) direciona para uma busca pelo indivíduo. Este novo mercado é construído não mais em tarefas, mas em resultados e na segmentação extrema de empresas (até chegar ao nível individual).

Teremos, assim, um mundo cada vez mais próximo de um enorme B2B (business to business), onde todos seremos empreendedores e vamos voltar a uma comunidade de trocas. Vamos voltar no tempo? Sim, mas em uma versão ultra moderna: GLOCAL (global + local) e digital.

Você novo consumidor.

Nessa nova era o papel do indivíduo sai do consumo e entra na produção, tanto para empreender quanto para consumir. Como assim? A tendência é de um mercado que funciona inteiramente sob demanda e personalizado em uma cadeia produtiva focada no indivíduo. O marketing tende a seguir esse mesmo caminho, de segmentação extrema e, por isso, é importante a construção de uma comunidade em torno da sua marca, para assim conhecer cada cliente e ofertar produtos desenhados sob demanda.

Você criador.

Já no quesito empreendedorismo, observamos que as empresas exigem funcionários proativos, que realmente participem de todo processo de construção da marca, agora de negócios feitos de donos e não de colaboradores. Onde todos são co-responsáveis pelo sucesso do empreendimento. Já fora das empresas existe uma enorme tendência de empresas de um homem só (startup you), por isso o crescimento exponencial de formadores de opinião, que constroem autoridade e se comportam como mídia. Enxergo assim um futuro com sete bilhões de oportunidades e um crescimento sem precedentes.
Você já faz parte desse mundo ou está esperando ser engolido por ele?


Roberto PantojaRoberto Pantoja é YouTuber profissional, autor do livro de economia “Marketing e Inovação para o Futuro” (www.sucessso.com/livros) e é dono do estúdio de marketing www.wehatead.com. Ele irá palestrar sobre “Marketing para YouTubers,

Blogueiros e Instagramers” na Campus Party Brasília que acontece de 14 a 18 de junho no Centro de Convenções Ulysses Guimarães. Brasil.campus-party.org

 

Confira os outros artigos da Coluna Campus Party em: http://www.jornaldebrasilia.com.br/category/blogs-e-colunas/campus-party/

COMPARTILHAR